Geleias artesanais: conheça como é o processo de produção e os seus principais benefícios

4 minutos para ler

Quem não gosta de incluir um alimento diferente e gostoso em sua rotina, não é mesmo? Pense, por exemplo, quando você quer um café da manhã diferente em um dia especial — quais são os itens que você inclui nesse momento?

Temos certeza de que um deles foi a geleia, certo? Afinal, além de muito saborosa, ela permite que você possa ter uma refeição saudável e diferente, podendo ser inserida, até mesmo, no seu dia a dia, sem maiores problemas.

Então, que tal tornar isso ainda mais saudável e gostoso? Conheça as geleias artesanais e inclua-as em suas rotinas! Vamos lá!

Como é o processo de produção de geleias artesanais?

O processo de fabricação das geleias precisa seguir as regras da Anvisa e boas práticas para a produção. São elas:

  • ela deve ser preparada sempre com frutas sadias e de boa qualidade;
  • a higienização das frutas precisa ser bem-feita;
  • não é possível que haja substâncias estranhas na composição, que não estejam ligadas diretamente com a produção de geleias;
  • deverão ser utilizados, para a sua fabricação, glicose ou açúcar invertido;
  • não haverá pedúnculo e cascas;
  • é possível conter fragmentos de frutas;
  • pode-se acrescentar acidulantes e pectina para regular a acidez da fruta. Contudo, se o produto levar acidulantes, já não pode mais ser caracterizado como artesanal;
  • normalmente, devem ser compostas de frutas, pectina, acidulantes, açúcar e água;
  • as frutas utilizadas são, normalmente, maduras.

Elas podem ser classificadas, segundo as diretrizes da legislação vigente, em:

  • comum: proporção de 40 partes de fruta fresca para 60 partes de açúcar;
  • extra: proporção de 50 partes de fruta fresca para 50 partes de açúcar.

Sendo assim, as geleias artesanais são feitas com produtos naturais, evitando a adoção de elementos que possam tornar o sabor do item mais industrializado ou comprometer a qualidade para a realização de uma produção em larga escala.

Quais os principais sabores de geleias artesanais?

Há produtos para todos os gostos e paladares! Afinal, há algumas pessoas que têm preferência por algumas frutas, enquanto não gostam de outras. Mas pode ter certeza de que você encontrará aquela que mais agrada ao seu gosto. Alguns dos principais sabores de geleias artesanais que podemos encontrar, hoje, no mercado são:

  • laranja;
  • morango;
  • amora;
  • ameixa;
  • abacaxi;
  • manga;
  • maracujá;
  • goiaba;
  • frutas silvestres;
  • frutas vermelhas;
  • uva;
  • pimenta, entre outras.

Quais os benefícios das geleias artesanais?

Além de ser um produto diferenciado em comparação com as geleias produzidas de forma industrial, consumir geleias artesanais tem, também, uma série de benefícios, tais como:

  • dão toques especiais a diversos pratos;
  • a pectina é uma fibra solúvel, que atua de forma positiva sobre o intestino, auxiliando a eliminar bactérias que vivem no intestino grosso e impedindo a absorção de substâncias carcinogênicas;
  • podem ser utilizadas de diversas formas na culinária;
  • são pouco calóricas;
  • são mais saudáveis do que as produzidas pelo método industrializado, não contendo conservantes, acidulantes, espessantes e corantes, reduzindo, até mesmo, os problemas com alergias.

Um dos grandes diferenciais, assim, é que as geleias artesanais não oferecem conservantes ou componentes químicos industrializados nos processos, trazendo um melhor sabor e mais qualidade para os produtos, que serão sempre frescos para quem está consumindo. Além disso, muitos produtores optam pelo uso de açúcares mais saudáveis para o organismo, como o demerara e o mascavo. Isso também permite um sabor diferenciado que, com certeza, agradará ao seu paladar.

Consumir geleias artesanais no seu dia a dia ou inclui-las, por exemplo, em um momento especial, como um jantar, uma noite de queijos e vinhos, entre outros, pode ser ótimo para quem deseja inserir alimentos deliciosos e saudáveis em sua rotina.

Gostou deste conteúdo? Então, compartilhe-o com os seus amigos em suas redes sociais e leve esse conhecimento para eles!

Posts relacionados

Deixe um comentário